Ciência & Letras

Medicalização e Psiquiatria


 


Exibido em 26/12/2017


“Estaríamos ficando cada vez mais doentes? Ou estaríamos a cada dia ficando mais saudáveis, já que gastamos mais com saúde?” Os autores partem desse questionamento para discutir a problemática da medicalização, sobretudo no que se refere ao sofrimento psíquico. Eles chamam atenção para o fato de que experiências comuns e naturais da nossa existência têm sido consideradas passíveis de serem tratadas e resolvidas com medicamentos. As consequências individuais e sociais desse problema são analisadas pelos autores, que também fazem um alerta sobre os prejuízos causados por uma nefasta aliança entre a psiquiatria e a indústria farmacêutica. Com linguagem acessível, esta obra objetiva ampliar o debate sobre a medicalização do sofrimento psíquico, incluindo, em especial, aqueles que sofrem com ela.
O apresentador Renato Farias conversa sobre o livro com os autores, o médico psiquiatra e pesquisador ENSP/Fiocruz, Paulo Amarante; e com o psicólogo e pesquisador ENSP/Fiocruz, Fernando Freitas.

Compartilhe